sexta-feira, 14 de outubro de 2011

O ódio ao Partido continua!

O ódio de quem, por exemplo, apoia as agressões da NATO e ainda tem a audácia de nos chamar de "amarelos" no seu blogzinho... O ódio de quem, na ausência de argumentos, bombardeia provocações! O ódio de quem não teclou uma tecla a mobilizar/informar/reportar a última manif da CGTP que reuniu 180.000 mil trabalhadores, mas que tem a agora a audácia de nos chamar "amarelos" por não darmos caução a 180 amigos, MOBILIZADOS DESTA FORMA e com ESTA PROPAGANDA e que ambiciona reunir 1800 conhecidos do facebook!
Antes e depois...
e por falar em filhos da puta... clica aqui!

Radiografia aos radicais do teclado!

A pequena-burguesia radicalizada que pretende mudar o mundo no próximo dia 15, berra que os "partidos são todos iguais" e que os sindicatos não são representativos. Mas que representa est' acambada? Há tempos realizaram ESTE estudo sociólógico a si próprios.

Foi bastante educativo, mas quisemos ir um pouco mais longe e tentar perceber até que ponto seriam efectivamente activos estes novos "movimentos sociais" no seu meio-ambiente de luta predilecto: sentadinhos, atrás do teclado, a proclamar revoluções!

Paradoxalmente, quase metade dos subscritores do famoso 15 de Outubro "organizado pela net" ainda nem sequer mexeu um dedo este mês. Fica o registo dos seus últimos posts:

Agrupamento de Intervenção e Resposta - 25 de Maio
ANSOL - 14 de Setembro
Attac - último post a 29 de Julho de 2011
Alvorada Ribatejo - 30 de Julho de 2011
Boletim Agulha - 7 de Julho
Frente de Acção Estudantil - 13 de Dezembro de... 2007!!!
Democracia Verdadeira Já - 25 de Julho
Jornal Ponto - 7 de Janeiro
Marcha Mundial das Mulheres - 21 de Julho
Mudar Bancários - a 19 de Março
Opus Gay - 30 de Setembro
PAGAn - a 30 de Janeiro
PrecariAcções Braga - 29 de Setembro
PROUTugal -24 de Agosto
Socialismo Revolucionário - 27 de Agosto

Desprovida da cobertura mediática da imprensa burguesa, mas presente no terreno da luta, há uma semana de protesto em construção. É organizada pela CGTP, mas não há artigos fixes no jornal Público/Sonae...

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Descobre as diferenças

" Não somos contra nenhum partido específico. Mas também não os favorecemos. Acreditamos que a máquina política está corrupta e que existe demasiada promiscuidade entre representantes públicos e interesses privados"
Indignados de Lisboa

"Tenho profunda aversão a toda esta partidocracia que,só sabem servir só os seus interesses, em detrimento da nossa Pátria."
Neo-nazi não identificado no Fórum Pátria

Servindo-se da demagógica verborreia "anti-partidos", do "eles são todos iguais", para mobilizar os politicamente ingénuos para a Manif "mais radical de todos os tempos" já prometida para o dia 15, Acambada parece agora querer rimar com... cabeça-rapada!

Mas porque os Partidos não são todos iguais...



Nós tomamos Partido!

quarta-feira, 12 de outubro de 2011

Fazer o jogo da reacção...

"Os Indignados de Lisboa" prometem lutar, dia 15, pela União €uropeia! Senão... leiamos em discurso directo, o seu manifesto de €uro-intenções:

"A união política deveria ser o pré-requisito fundamental para a união económica, mas os estados europeus estão longe de abandonar os interesses e quezílias nacionalistas."
O problema não é o carácter burguês, capitalista da U€, o problema é não haver mais "união política" e os povos de cada país ainda reterem instrumentos de soberania. E que pena, não? Isto das burguesias europeias não se entenderem melhor e unirem mais...

"Não há hoje líderes com visão europeísta (...)"
O Mário Soares anda a fazer este alerta há vários anos...

"A Comunidade Europeia foi originalmente criada por políticos que viveram as tragédias da II guerra mundial e conceberam este projecto como uma proposta radical para pôr fim aos derramamentos de sangue que a lógica nacionalista vinha a criar."

Interpretam a história da U€ segundo os cânones oficiais da mesma. Nesta visão, a U€ nunca foi um meio das burguesias franco-alemãs (com outros sócios menores) para obterem maiores lucros e melhor explorarem os trabalhadores europeus. Nem uma palavra sobre o sangue que França, Holanda, Bélgica, Inglaterra, Espanha ou Portugal derramaram contra os povos que lutavam contra a subjugação colonial dos "pacifistas" €uropeus.

"Assim, ninguém na Europa tem a coragem para se opor aos interesses dos EUA, contrários aos do euro."
Luta de classes substituída pela luta inter-imperialista! Isto não são trabalhadores versus patrões, mas U€uro versus USdollar! E os indignados tomam partido pela U€! E por falar de tomar partido...

"A solução para a crise terá que passar (...) por movimentos internacionais de cidadãos que se envolvam na reforma da sua vida económica, social e política, sem terem que se arregimentar em partidos políticos."
Pois! Como não poderia deixar de ser, o discurso anti-partidos, do "eles são todos iguais", marca presença, abundantemente polvilhado pelo manif€sto...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Cai a mascarada da cambada

Tal como é descrito por um dos promotores, circula plo facebook, esta imagem da vandalização dum cartaz do Partido como elemento de divulgação duma manif que a pequena-burguesia radicalizada de Lisboa organiza no próximo dia 15.

Para quem gosta de clamar, aos 4 ventos, contra o alegado sectarismo dos comunistas, convenhamos! Não está nada mal...

Há muitos, muitos anos atrás, um camarada chileno ensinou-me uma receita óptima para a colagem de cartazes: à cola em pó misturada em água, junta-se soda cáustica q.b. e vidro esmigalhado. Será um pouco bruto, mas é garantido que, quem quiser depois vandalizar uns cartazes... ficará, por sua vez, com as manitas também vandalizadas...

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

o triunfo dos porcos

Na Madeira, infelizmente, ganharam as bestas do CDS, um Coelho papagaio e o Partido dos Animais. E claro: o Napoleão lá do sítio continua no poleiro...

domingo, 9 de outubro de 2011

Albert Einstein

Num novo acto criminoso contra o povo português, o governo prepara-se para acabar com as entradas gratuitas aos domingos na rede de museus nacionais.

A medida consegue ser duplamente estúpida: por um lado, porque priva (ainda mais) o acesso à cultura do povo português; por outro, porque fazendo contas como um (mau) merceeiro, o secretário de estado da cultura justifica a medida pelo facto dos museus nacionais não gerarem "receitas suficientes".

Qualquer pessoa com dois dedos de testa consegue compreender que, uma vez terminado o acesso livre aos museus nacionais nos domingos de manhã, não apenas não serão geradas mais receitas como, pelo contrário, haverá um ainda menor número de visitantes aos mesmos. Qualquer pessoa... não! Francisco José Viegas não chega - ou não quer chegar lá...

E já nem vale a pena gastar latim com estas bestas, tentando explicar que o acesso à cultura é um direito e que cidadãos cultos, compreendem e agem melhor sobre o mundo - para não falar que serão capazes de "trabalhar mais e melhor" como agora pede o presidente de todos os ladrões.

Não! Com eles não vale a pena gastar latim, porque as bestas não estão aqui para governar o país, mas para o liquidar - através da venda ao desbarato dos bens nacionais, do abandono da produção nacional (apesar de todas as juras em contrário...) e do pagamento aos bancos e agiotas internacionais dos juros das dívidas que eles (PS/PSD/CDS) contraíram.

Com estas bestas, repito! não há latim a gastar, apenas gastaremos as biqueiras dos nossos sapatos a expulsá-los a pontapé!

sábado, 8 de outubro de 2011

Vai um copo para afogar as mágoas?


Desabafos dum aderente BE$



"Sangria": Abertura de uma veia para a retirada de sangue; flebotomia. Sangue retirado por meio dessa abertura: sangria abundante. Refresco feito com vinho, açúcar, água e limão; vinho enfraquecido pela adição de água. Fig. e Fam. Sacrifício de dinheiro: sofrer uma sangria no orçamento doméstico. Sangria capilar, a que se pratica pela aplicação de sanguessugas ou de ventosas. Fig. Sangria desatada, o que não pode suportar demora.

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Míopes!


"Numa altura em que até Durão Barroso já vai balbuciando “heresias” como Eurobonds,
VEMOS BEM
desenhar-se no horizonte a necessidade de mais integração política contra a alternativa do falhanço total
."


Mesmo fechando os olhos ao visível facto que, se personagens como Durão Barroso ou António José Seguro defendem os "€urobonds", estes não podem ser assim tão heréticos... Como é que é possível ao BE$ insistir na perda da soberania nacional, apostando num Federalismo €uropeu que, tal como o tem demonstrado toda a história recente, apenas tem alienado mais e mais os povos dos centros de decisão por forma a melhor servir os interesses da minoria oligárquica...?

Serão simplesmente cegos ou fazem conscientemente o jogo do Capital €uropeu?
Há gente que, de tão "visionária", não consegue enxergar um palmo à frente do nariz!!!

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Os últimos serão os primeiros

A citação bíblica (Mateus, capítulo 20, versículo 16) não é inocente: É um tributo ao nosso cabeça-de-lista às eleições regionais da Madeira - Edgar Silva!

Tanto no Partido, como na coligação, sempre demos - e daremos! - primazia ao colectivo sobre o individualismo. Mas permitam-me que saúde a coragem cívica e cristã do camarada Edgar: um genuíno apóstolo da mensagem de Jesus da Nazaré, na esteira de homens como Óscar Romero ou Leonardo Boff!

Pouco importam as sondagens ou até os resultados eleitorais do dia 9 na Madeira. Temos Fé e Consciência: somos a formiga no carreiro, a Verdade e os Amanhãs que cantam! E um dia, nós que não somos nada senão os deserdados do mundo, seremos tudo!

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

o Presidente de todos os ladrões

Cavaco, Maria e Alberto João vivendo a realidade virtual...

Cavaco, no seu discurso do 5 de Outubro exortou os portugueses a trabalhar "mais e melhor" para que o país supere a crise. Melhor seria que o sr. presidente exortasse os seus amigos (do BPN à Madeira, dos Isaltinos ao Duartes Limas...) para que roubassem um bocadinho menos. Seria o deficit ZERO garantido!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O regresso dos mortos-vivos...


É já no dia 15 que acambada de Lisboa se volta a manifestar contra a crise, o governo e o FMI.

Todas as manifs contra a troika interna (PS/PSD/CDS) ou externa (FMI/BCE/UE) são sempre de saudar - mesmo quando a partidarização encapotada dessas manifestações é por demais evidente. Só é pena que não se assumam...

Também se lamenta que o empenho d' acambada de Lisboa em mobilizar para as manifs da CGTP seja zero ou abaixo de zero, mas isto já se sabe: os meninos rabinos consideram a CCGTP como uma organização pouco representativa (apesar das centenas de milhar de trabalhadores que movimenta) e bastante burocrática (porque não faz o que a acambada acha que deveria fazer).

De qualquer modo, não vale a pena chorar pelo leite derramado, mas apenas constatar a "representatividade", "inovação" e "pós-modernismo" dos célebres movimentos sociais bué prá frentex que se vão manifestar no dia 15 e que assinam a respectiva convocatória:

Precários Inflexíveis = Bloco de Esquerda
FERVE = Bloco de Esquerda
UMAR = Bloco de Esquerda
SOS Racismo = Bloco de Esquerda
Panteras Rosa = Bloco de Esquerda
Professores e Educadores 3R= Bloco de Esquerda

ATTAC... bem! Aqui há uma variante: há uns anos, houve malta a sair e queixar-se da manipulação & partidarização do... Bloco de Esquerda. Bem... pensando melhor... Não há variante alguma!!

Revista Rubra = ex-bloco de esquerda
Socialismo Revolucionário = ex-bloco de esquerda

Jornal Mudar de Vida= cisão da "política operária" que foi, em tempos, uma cisão da udp.. Ou seja: ex-bloco de esquerda avant la lettre!

Marcha Mundial das Mulheres= ok! até deve ser preconceito meu, mas tem pinta de ser... Bloco de Esquerda!

Democracia Já +Acampada de Lisboa + Indignados de Lisboa + Artistas e Públicos Indignados + Portugal Uncut + Movimento 12 de Março + Movimento GerAcções... Ufa!!!
Mas tudo se resume, nesta constelação de siglas, à unidade difusa do bloco de esquerda + autonomistas + anarcas + estudantes e pseudo-intelectuais da FCSH, artistas oprimidos e amigos dos animais.

OK! Nem tudo será Bloco de Esquerda: há também a salganhada que junta jovens católicos e activistas gay, Casa do Brasil, um tal de "boletim agulha" ou Alvorada Ribatejo" - seja lá o que isso for!

Enfim... há aquele adágio que diz que tal e coiso "eles são + que a mães", mas neste caso, até se pode dizer que as organizações envolvidas são mais que os organizados... ou não se desse o caso tão peculiar e simultaneamente característico entre a auto-designada "esquerda radical" do activista dos precários inflexíveis ser também membro da ATTAC, escrever no jornal Mudar de Vida, acampar no Rossio e dar uma perninha na Marcha Mundial das Mulheres.

À pequena burguesia radicalizada, que é como quem diz, à "cambada de Lisboa" desejamos, por fim, as melhores felicidades na sua manifestação irreverente, inovadora e pluralista (reparem que todas as variantes do bloquismo e do neo-anarquismo estarão presentes...). Até poderíamos ir lá dar uma saltada, mas somos uns caretas duns burocratas da Inter-sindical e vamos estar ocupados a preparar a semana de luta de 20 a 27 de Outubro. Deve ser isto o que eles chamam de sectarismo...

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Processem-me, filhos da puta!

1 Soldado soviético hasteia a gloriosa bandeira vermelha sobre as ruinas do reichstag alemão em Maio de 1945



Segundo a edição impressa do Correio da Manha (pag. 30), o "Tribunal da UE confirmou ontem a proibição o emblema da URSS por ele ser «considerado contrário à ordem pública e aos bons costumes». O interessado no uso era a empresa de moda Couture Tech Ltd."

quinta-feira, 28 de julho de 2011

quarta-feira, 27 de julho de 2011

terça-feira, 26 de julho de 2011

Compra-se grelhador baratinho

Em vésperas da partida para Trás-os-Montes, a trupe do anti-troll precisa dum grelhador portátil. Alguém vende baratinho?

Elevação no debate...

Duas peixeiras num mercado não identificado

O artigo de Francico Louçã não mereceu apenas as reacções entusiásticas de que demos conta. Um Grrrande debate aberto, finalmente, aflorou no BE$. Seguem-se os melhores excertos ao que opinou Francisco Louçã

Pergunta o Rui (interpelando o Francisco Louçã): "Quanto aos 270.000 que deixaram de votar Bloco...que acha que aconteceu? Só faz falta quem está não é assim? Já agora...posso entregar já o meu cartão de aderente ou acha que posso esperar mais algum tempo?"

Responde um Paulo: "«Camarada» [aspas no original] junto-me à opinião do que lhe recomenda que siga a sua própria sugestão e entregue o cartão. O bloco é um partido de esquerda, o "camarada" não é, o PS é ali ao lado (...)"

Replica o Rui: "Tenho 45 anos e «n» oportunidades de me filiar fosse onde fosse [ena, ena! Um adesivo muito desejado...] . Não vale a pena dar-me lições de esquerdismo"

Insiste o Paulo: "Não presumo dar-lhe lições de esquerdismo. Só quero dar-lhe lições de esquerda."

Diz o Rui: "Não lhe devo a si satisfação política alguma. E quando eu quiser sair(exactamente SAIR do bloco de esquerda) falo-ei sem ameaçar."

Mete o Pedro a colher: "Será de bom tom que procedas, de imediato, à entrega do cartão."

Remata o Rui: "O Caro Pedro é funcionário ou cobrador?"

Diálogos cristalinos sobre o sentido de tolerância, espírito crítico e camaradagem que animam as hostes dos adesivos do BE$. Tão deprimente que dá vontade de rir.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Caça ao homem

Sem se rir, olhos nos olhos, Francisco Louçã afirmou ontem, em entrevista ao Público Sonae, que foi vítima duma "caça ao homem" - respondendo assim às críticas que os seus próprios correlegionários moveram contra si... "Caça ao Homem"... bela resposta.

quinta-feira, 21 de julho de 2011

O CUSTO DOS TRANSPORTES PÚBLICOS, PARA OS UTENTES, VAI AUMENTAR 15%...

quarta-feira, 20 de julho de 2011

o BE$ quer salvar a U€...

Pedro Filipe Soares, deputado BE$, após ter-se "congratulado" com as tergiversões e a refinada hipocrisia de Cavaco Silva, faz agora um pungente e dramático apelo aos líderes burgueses da U€ para aprofundarem a "União".





Sem compreender (ou sem querer compreender...) o efeito desastroso que o Euro e a consequente perda de soberania política, económica e financeira tiveram para o nosso país, mergulhado nos seus próprios dogmas "europeístas", o deputado BE$ termina com a esclarecedora exigência da "salvação de uma Zona Euro à beira do colapso".






Mais valia que, ao invés de querer "salvar" a €uropa capitalista, o BE$ fosse mas é salvar o lince da Malcata!

terça-feira, 19 de julho de 2011

Vá pra fora cá dentro...

Rui eu gosto de bombardeamentos da NATO Tavares zangou-se com o BE$. É sabido que saiu do grupo paralamentar do BE$ na U€, mas continuou a sentar o rabinho numa cadeira muito bem paga para (nas habituais explicações teóricas destas ocasiões) continuar a lutar pelo povo e pela esquerda. Pelo meio soubémos das zangas e amuos entre o Rui Tavares e o Grrrrande Líder Frrrrancisco Louçã. Foi um lavar de roupa suja - em bom português e para bom entendedor...

Julgámos que tinha sido o fim da estória, mas julgámos mal! Efectuando uma pesquisa bibliográfica, deparámos com este desabafo: "Então o Rui Tavares sai e fica?"

E foi assim que soubemos como o €urodeputado independente Rui Tavares, depois de ter posto um valente par de patins ao BE$, depois de ter lavado toda a roupa suja possível e imaginária, após ter roubado o lugar de deputado ao partido que o elegeu; o próprio Rui Tavares, passados poucos dias, foi convidado, participou e opinou sobre os caminhos e futuros do BE$ - do BE$ que traiu e que abandonou!

Confuso? É a esquerda moderna! Mas pior que a cara de pau do Rui "eu gosto dos bombardeamentos da NATO" Tavares, só mesmo a falta de auto-estima, princípios e vergonha na cara dos outros todos...

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Resta uma vaga para a viagem

a Trás-os-Montes...
O Anti-troll rumará este Verão até terras de Trás-os-Montes.

De 30 de Julho a 10 de Agosto, iremos acampar para lá do Marão, com um programa variado que inclui: caminhadas, alpinismo, travessia de rio, provas de natação, de meio-fundo, circuitos de resistência e orientação, eco-turismo,rota das tasquinhas & graffitis ou o já lendário torneio de Xadrez (na esteira do komsomol soviético). Daremos também ainda um pulo ao Festival Intercéltico de Sendim...

A discussão política têmo-la nas nossas organizações,mas é previsível que à noite, debaixo das estrelas e à luz da fogueira, se troquem impressões sobre o o Glorioso, a luta e o BE$.

Para mais informações e/ou Inscrições
renas1921@gmail.com
renas1922@gmail.com
ou renas1923@gmail.com

A descida do rio Sabor será um dos desafios mais exigentes...

domingo, 17 de julho de 2011

BE$ congratula-se com Cavaco Silva

Chocante, mas verdadeiro!

Numa nova pirueta política, em mais uma "solução europeia" e rastejante para a crise, o BE$ - é essa a expressão usada: "congratula-se" com as últimas manifestações de hipocrisia de Cavaco Silva!

sexta-feira, 15 de julho de 2011

A novela dos Eurotontos

Este post é um exercício ficcional sobre a actual desagregação bloquista. Toda e qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência!

1º episódio
Na ressaca da catástrofe eleitoral, Francisco Assis encontra-se com Francisco Louçã para definir estratégia política para o futuro.

2º episódio
Os partidários mais coflituosos do BE$, do género "anti anti-troll urbano" culpam Louçã por se ter baldado à reunião com a Troika e por se encontrar com Seguro ao invés de Assis para finarem a emissão de eurobonds.Ex-membros da UDP preocupam-se e promovem debates em salas minúsculas. Uma delas tem o seguinte tema: "É urgente mudar a situação do país e do Bloco."Ex-membros do LCI e do PCP(R) discordam destes debates e querem chegar a vias de facto com Carlos Marques e Major Tomé.Ex-membros da FER aceitam decisão do Eurobonds, mas querem uma nova sigla no BE$. Em vez da estrela, querem ver um esquadro e uma caneta.

3º episódio
Os ex-operacionais das FP25 que militam no BE$ de Sintra tomam a sede nacional de assalto e fazem refém o Miguel Portas exigindo drogas leves para todos.

4º episódio
Miguel Portas faz comunicação aos "bloquistas" que não distribuirá mais mortalhas no Bairro Alto.Os ex-operacionais das FP25 que militam no BE$ de Sintra concordam e ficam satisfeitos com a declaração.(Cena de apertos de mão, entre as partes, com fotografias... alguém traz uma criança para Miguel Portas dar um beijinho... vem-se a saber que a mesma criança é filha de um ex-membro da FER que agora pertence à refundição da ex-AOC.)

5º episódio
Afinal a criancinha era um operacional do Hamas realizando "entrismo" na FER que, já de si, é uma organização que faz "entrismo" no BE$e manda o Miguel Portas pelo ar!Rui Tavares, sabendo do sucedido, apresenta uma moção no parlamento europeu para que a NATO "proteja os civis" e envie um esquadrão de caças F16 bombardear a seda da Rua da Palma. Passos Coelho recebe Ana Drago e mostra-se preocupado com a situação. Enquanto isso, Seguro contacta Francisco Louçã para "definir estratégias políticas para o futuro.

6º episódio
Preocupada com a possibilidade de ver a sede na Rua da Palma bombardeada por F-16, à escala de 1/34, Ana Drago decide falar com João Semedo. Este diz pertencer à ala mais radical do Bloco e remete o assunto para Mariana Aiveca. Esta está incontactável numa sede do Bloco, em Salvaterra de Magos, tomada por comandos ligados a qualquer "acampada" que diz ter em controlo o Museu de Falcoaria.Por sua vez, Luís Fazenda tenta reunir os restos de um grupo de ex-UDP's inconformados com a rota do Bloco. Há indícios que Marisa Matias poderá sair para o PAN, se Rui Tavares continuar a escrever no «Público».

7º episódio
Lili Caneças lança a sua candidatura ao cargo de coordenadora nacional do BE$ lançando o grito de guerra: "adeus Louçã"!

quinta-feira, 14 de julho de 2011

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Eurotontos

BE$ volta a convergir com PS e PSD em matérias europeias!
Ontem apontávamos a inquietante unanimidade de opiniões entre o BE$ e a troika PS/PSD/CDS em torno da criação duma "agência de notação europeia". Hoje assistimos a uma nova convergência:


Tanto o BE$ como o PS defendem a emissão de eurobonds - para que os povos da Europa possam melhor pagar as dívidas dos banqueiros e dos demais patos-bravos. Passos Coelho prepara-se para abraçar a ideia...


Eurobonds ou... Eurotontos?

Ali Babá